[2005] La Madrastra

Com altos índices de audiência desde o primeiro capítulo, La Madrastra transformou-se no maior sucesso de 2005. A trama, um original chileno, já havia sido tido uma versão no México em 1985 sob o título Vivir un Poco (com Angélica Aragón e Rogelio Guerra, um grande sucesso também), e readaptada como Para Toda la Vida (em 1986, com Ofélia Medina, um fracasso gigante que teve até saída da protagonista), e teve, nessa oportunidade, sua versão mais lacrimogênea, o que garantiu a audiência nas alturas.

blog-mad-04

Na história, Maria (Victoria Ruffo) está na cadeia há 20 anos pagando por um crime que não cometeu. Numa viagem entre amigos no passado, sua amiga Patrícia (Montserrat Oliver) foi assassinada e Maria, acidentalmente, colocou a mão no revólver e foi condenada a prisão perpétua. Ninguém acreditou nela, inclusive seu marido Esteban San Román (César Evora), que a abandonou e afastou de seus dois filhos. Na atualidade, por bom comportamento, Maria é colocada em liberdade e volta ao México com dois objetivos: descobrir quem, entre os amigos, é o verdadeiro assassino e o principal – reconquistar o amor de seus filhos, chantageando Esteban pra que se case com ela, ainda que seus filhos a odeiem, pois acreditam que ela seja sua madrasta.

É bem verdade que a pergunta “Quem matou Patrícia?” inquietou o público por meses. Mas quem esperava uma boa trama de investigação policial, deve ter se decepcionado. A adaptação deixou sempre as pistas em aberto. Quando o assassino aparecia de luvas negras, logo na cena seguinte, todos os personagens apareciam misteriosos chegando de algum lugar… usando luvas negras! O desfecho, trazendo Demétrio (Guillermo Garcia Cantu), como o verdadeiro assassino, por conta dos traumas envolvendo as mulheres, ele se travestia, e Patrícia (Montserrat Oliver) havia descoberto.

blog-mad-01

A reta final da novela reservou um festival de absurdos, como por exemplo, a prisão de Esteban como o suposto assassino de Patrícia. Julgado em uma prisão em Aruba, ele é condenado a morte… pelo mesmo crime que Maria inclusive saiu livre por bom comportamento! Muito grito, correria e maluquices livraram Esteban no último minuto da execução!

Na ânsia de esticar a novela, o assassino foi revelado na última sexta-feira antes da semana final, ao invés da tradicional revelação do último capítulo. O que era pra ser surpreendente resultou cômico. Mas não dá pra negar que a imagem de Demétrio como travesti marcou a novela, que mexeu com o kitsch descaradamente, vide a caracterização de René Casados para viver Bruno, outro dos suspeitos.

Agora, no filão dramalhão é que a novela se garantiu. O drama de Maria, ultrajada e humilhada pelos verdeiros filhos, os desencontros amorosos de Estrella (Ana Layevska), os verdadeiros pais de Ángel (Miguel Angel Biaggio), a ambição de Carlos (Sergio Mayer), que ignorava o pai Pulpo (Carlos Bonavides), por este ser pobre, garantiram um novelão de primeira e fez o público vibrar.

O didatismo do texto tornou La Madrastra uma novela reiterativa, talvez daí parte de seu sucesso, quem acompanhasse qualquer capítulo, conseguia acompanhar o fio da meada.Ficou marcada a característica de Maria em TODOS OS CAPÍTULOS contar “Passei 20 anos presa, e agora preciso desmascarar o verdadeiro assassino para revelar quem sou para meus filhos…”.

blog-mad-03

O produtor Salvador Mejía Alejandre reuniu um numeroso e grandioso elenco. Aliás, uma das maiores constelações já reunidas para uma novela. Victoria Ruffo não foi a primeira opção para viver Maria. O produtor queria trabalhar com Veronica Castro ou Lucía Mendez, mas, sabendo da busca por uma atriz numa faixa etária madura, a própria Victoria entrou em contato com Salvador Mejía. Ela contou em uma entrevista, que previu junto a sua irmã que iria protagonizar aquela novela. Dito e feito!

E não poderia ter havido opção melhor. Victoria Ruffo esteve soberba como Maria. O excesso de lágrimas nunca joga contra Victoria Ruffo, pelo contrário. Era impossível não torcer por Maria. Em 2000, Victoria Ruffo e César Evora trabalharam juntos numa outra novela de Mejía, Abrázame Muy Fuerte, como vítima e algoz, em perfeita sintonia. Em La Madrastra apenas se confirmou o que já se suspeitava: a química dos dois, como um casal, é perfeita.

Também merecem destaque: Ana Layevska como a problemática Estrella, Margarita Isabel como a submissa Tia Carmela e, claro, Jacqueline Andere como a perversa Tia Alba. Impossível não lembrar de uma cena onde ela se joga da escadaria da mansão para acusar Maria diante de seus filhos!

A parte mais enfadonha do enredo foi o núcleo dos pobres. Como o casamento de Socorro (Ana Martin) e Da Vinci (Arturo Garcia Tenório), e a luta de Pulpo para ajudar uns meninos de rua.

Michelle Vieth atuou como Vivian, a amiga da prisão de Maria. Logo nos primeiros capítulos, a atriz descobriu estar grávida. No planejamento, depois que Maria sai da prisão, ela reencontra a amiga tempos depois. Chegou-se a cogitar a saída de Michelle Vieth da novela. Mas a atriz pediu para continuar, e a personagem acabou grávida também.

Laura Pausini, que cantou o lindo tema de abertura, apareceu em um capítulo cantando para Maria e Esteban. O capítulo rendeu, inclusive, uma abertura especial nos capítulos seguintes. Aliás, a trilha incidental inteira foi primorosa.

blog-mad-02

Na mesma semana do último capítulo, foi apresentado o especial La Madrastra… Años Después. Nos mesmos moldes do especial de La Usurpadora, uma babá (Alejandra Barros, numa participação) se une a Demétrio, que fugiu da cadeia, para atormentar os San Román. Desta vez, o tema musical foi “Amar Completamente”, da Laura Pausini também.

Em 2007, a novela foi reapresentada no México, e prometeu-se um final diferente. Desta vez, foi Fabiola (Sabine Moussier) a verdadeira assassina. Ela termina num hospício. O curioso é que, pelo passar do tempo, muitos atores já não estavam contratados pela Televisa, e outros, com o visual totalmente diferente. Mas nada que truques de maquiagem, cabelo e muita, muita edição, não dessem conta.

La Madrastra foi daquelas novelas que as pessoas se emocionaram, se divertiram, que adoravam criticar, mas ainda assim, estavam lá presentes capítulo a capítulo.

Confiram um vídeo que eu mesmo fiz com o elenco da novela:

25 comentários sobre “[2005] La Madrastra

  1. Luccas Villela

    Esse blog é muito bacana. Estou lendo e descobrindo várias curiosidades. Vou acompanhar sempre. Parabéns!

  2. Lorena

    Ei, parabéns pelo texto, muito bom, adorei. Sua chamada de elenco não é nada amadora, muito pelo contrário. Adoro Victoria Ruffo e caí aqui por isso, mas adorei seu blog!!

  3. Franciiellem Moraiis

    Eu ameiii esse blog fiquei por dentro de tudo q eu queriia iradissimo O.o 😛

  4. Patricia Cristina

    Muito boa essa Novela mesmo , muitos misterios enfim , boa msm e e uma pena q esta chegando o fim 🙁

  5. Thiago Fernandes Autor da Postagem

    Eu também adoro essa novela! Victoria Ruffo é show!

  6. Felipe Rodriguez

    Assisti “La Madrasta” na reprise de 2013/2014 no SBT e o que eu posso dizer dessa novela? Simplesmente amei! Na minha opinião é a melhor novela da Televisa da década de 2000, a pergunta que não queria calar “Quem matou Patrícia”? E os vários mistérios da novela me prenderam do início ao fim, a sinopse é excelente e foi muito bem conduzida, “La Madrasta” tinha bastante agilidade e muitas reviravoltas e Victória Ruffo e César Évora arrasaram como os protagonistas Maria e Esteban, um casal com uma química perfeita em novelas. “La Madrasta” assim como “Vivir un Poco” foram dois remakes de grande sucesso feitos pela Televisa. “La Madrasta” é uma das melhores novelas que eu já vi, mereceu com toda certeza esse sucesso, uma novela com atores, direção, texto, sinopse e cenografia excelentes, sem falar do lindo tema da novela cantado por Laura Pausini. Adorei essa edição! 😉

  7. Thiago Fernandes Autor da Postagem

    La Madrastra é o tipo de novela “delirante”. O suspense é fake, mas tudo é tão kitsch que conquista as pessoas assim mesmo!

  8. victoria moreno meneses

    Adooooooro a vicky ruffo nao por ser minha xara ai q topi mas por ser super inteligente nao acredito q seja uma mulher tipo eu tem mulher inteligente mas tem mulher q da desgosto oxe !!!!!!! Thiago fernades vc ta certo mentira falei nada

  9. adrian alves

    ESSA NOVELA LA MADRASTRA E UMA DAS MELHORES NOVELAS DO MUNDO,DO UNIVERSO PARABENS A TODO O ELENCO,OS ATORES MARAVILHOSOS SEM PALAVRAS LINDOS.

  10. Hugo Henrique

    Sempre muito bom saber mais curiosidades sobre essa novela.

    Uma das primeiras novelas mexicanas que acompanhei!

  11. Matheus

    Thiago , é verdade que la madrasta já registrou 95 pontos de audiência?

  12. Thiago Fernandes Autor da Postagem

    Matheus, é falso que La Madrastra tenha chegado a 95 pontos de audiência… Ela teve uma audiência bem alta, mas o máximo que bateu foi 39 pontos no capítulo da revelação do assassino.

  13. Thiago Fernandes Autor da Postagem

    95 pontos? Acredito que nenhuma! Na medição do Ibope desde 1997, a maior audiência em média foi El Privilegio de Amar (uns 34 pontos de média), chegando a mais de 45 nos últimos. Mas foi o teto até hoje.

  14. Leandro Moura

    Essa novela é minha preferida, dentre todas. A história de Maria me emocionou e me cativou do começo ao fim.
    O mistério do assassinato de Patrícia, mesmo com alguns exageros e incongruências, foi muito bem construído e movimentou e conferiu bastante agilidade à novela. Apesar de brega, exagerado e até mesmo engraçado, eu adorei o Demétrio como assassino da Patrícia. Além de ter ficado surpreso, achei que suas motivações foram perfeitamente consistentes (apesar de que aquelas cenas dele fazendo rituais satânicos eram MUITO assustadoras).
    Vicky e César Evora tinham uma química absolutamente perfeita. As cenas de romance foram as mais badaladas de todos os tempos. Fazia tempo que eu não via um casal tão querido nas novelas mexicanas. O capítulo especial com Laura Pausini foi INESQUECÍVEL!
    Dentre os pontos negativos, houve muitos exageros no decorrer da trama. O excesso de lágrimas da Vicky, a caracterização do Bruno, personagem do René Casados (aqueles olhos pintados a lápis, o rosto coberto de pó e o físico estranho eram engraçados de tão ridículos), o penteado horroroso que puseram na Jacqueline Andere (Alba) na metade da novela (até apelidaram ela de Xororó na época), o excesso de botox no rosto da Margarita Isabel (Carmela) que impedia ela de dar um sorriso ou demonstrar tristeza, o excesso de personagens apaixonados pela Maria ou pelo Esteban, as inúmeras tentativas em matar a Maria….
    Mas o final superou todos esses exageros: o roteirista, que já tinha errado em “condenar” a Maria a cumprir uma pena de prisão perpétua em um país que NÃO TEM prisão perpétua, ainda por cima teve a coragem de inventar uma pena de morte pro coitado do Esteban. Viajaram total na maionese kkkkkkkkkkkkkkkk.
    E o que dizer da Alba sequestrando metade do elenco, envenenando a empregada fiel aliada em uma cena traumatizante, e depois se jogar do alto da Mansão San Román após ficar meia hora jogando conversa fora com a Maria??? Exagerado? Sem dúvidas. Eletrizante? Com certeza! kkkkkkkkkkkkkkkk.
    E pra completar, a novela teve um final alternativo 2 anos depois de sua exibição original, em que a Fabíola é a assassina (Sabine Moussier mais uma vez dando show) e o Demétrio consegue ter um final feliz (com direito a uma cena em que a Maria diz que acha que o Demétrio seria incapaz de matar a Patrícia kkkkkkkkkkkkkkkkk).
    Apesar de todos esses defeitos, EU AMO ESSA NOVELA!

  15. Thiago Fernandes Autor da Postagem

    Eu francamente acho muito besta quando se tem finais alternativos em novelas onde se tem um assassino misterioso. É como em A Próxima Vítima no Brasil. Toda a novela então dá pistas genéricas ao público? Ou seja, o público é feito de trouxa a novela toda pro assassino ser qualquer um? Entendem meu ponto de vista? Não há lógica em desvendar o assassino sendo que eles montam a historia de um jeito que pode ser qualquer um.

  16. Leandro Moura

    Pior foi o final de A Escrava Isaura, da Record. Eles gravaram pelo menos uns 5 finais diferentes e cada reprise tinha um final diferente. Ali sim foi uma verdadeira avacalhação!

  17. Matheus de Oliveira Valei

    Porque vocês não fizeram críticas da novela Preciosa, Mundo de feras, Rosalinda, Por teu amor, A Intrusa, Camila, Kassandra, Salomé, A Alma não tem cor, Triunfo do Amor?

  18. Matheus de Oliveira Valei

    Thiago, primeiramente quero te parabenizar pelo site é completo e muito lindo! Gostaria de pedir críticas das novelas A outra, A intrusa, Por teu amor, Kassandra, Camila, A alma não tem cor, Preciosa, Mundo de Feras, Salomé. Por favor, eu te imploro!

  19. Willian

    Ainda mais ela subiu a audiencia do horario porque mujer de madera mas 21 e ela 27

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *