[2011] Amorcito Corazón

As desventuras amorosas de três amigas foram o norte de Amorcito Corazón, uma simpática comédia romântica de Lucero Suárez que esbanjou leveza no horário das 18h.

Na história, Isabel (Elizabeth Álvarez) é uma arquiteta que acredita não ter sorte no amor, desde que lhe rogaram uma praga. Um novo vizinho, Fernando (Diego Olivera), porém, mexe com seu coração, ainda que a relação dos dois comece tumultuada e repleta de brigas. Fernando é viúvo e pai de três filhas, às voltas com os conflitos com a ex-sogra e a cunhada, irmã gêmea da falecida esposa. Paralelamente, acompanhamos as histórias das amigas de Isabel: Zoe (Grettel Valdez), cujo casamento perfeito se destrói quando flagra seu marido com outro homem, e decide se aproveitar do sexo masculino, se envolvendo num triângulo amoroso com dois amigos, Cecílio (Ricardo Fastlich) e Felipe (Alejandro Ibarra); e Lucía (África Zavala), uma noviça prestes a confirmar seus votos, mas que se debate diante da inesperada presença de Willy (Daniel Arenas), um gigolô que se apaixona por ela.AMORCITO-01Lucero Suárez foi buscar na venezuelana Trapos Íntimos, de Valentina Párraga, a base do texto de Amorcito Corazón. O título original se justificava já que Fernando, um ex-militar rígido, se convertia em diretor de uma empresa de lingerie. Aqui, isso foi mudado completamente. O Fernando da versão mexicana era um homem linha dura com as filhas, mas trabalha em uma construtora.

Esse remake quebrou um jejum de várias novelas originais para a TV produzidas por Lucero Suárez. Apesar disso, Lucero trabalhou diretamente na adaptação da trama, recriando a versão. O resultado foi uma novela leve e gostosa, despretensiosa, que brincou com situações cotidianas e os encontros e desencontros amorosos. Essa identificação acontecia porque os personagens não foram tão caricaturescos. Isabel, por exemplo, foi vista pelo público como uma amiga, com problemas comuns. Ou Fernando era um galã, mas que era engraçado, sem ser palhaço. A cena onde Isabel e Fernando se conhecem ilustra bem isso: um duto de ar levanta a saia de Isabel, que acredita estar sozinha na garagem e se diverte com o momento, e perde a linha quando Fernando aparece e ela se deu conta que foi vigiada.

O mais interessante do humor de Amorcito Corazón era ser um tipo de comédia diferente da praticada no horário de comédias da Televisa às 8 da noite. Foi um humor mais “fofo” que escrachado. Bastava comparar com a novela que estava no ar no mesmo momento, enquanto em Una Família con Suerte as atuações e as situações do roteiro eram de farsa, em Amorcito Corazón eram mais naturais. Mais uma vez, coube a Lucero Suárez levantar a audiência do horário. E se Amorcito Corazón não foi um estouro de audiência, ao menos colocou o horário nos trilhos e foi subindo gradativamente. Tanto que, como outras novelas de êxito, terminou num domingo.AMORCITO-02A novela alternava a importância entre as três amigas. Isabel e Fernando viveram o romance típico de gata e rato até conseguirem se entender. Os problemas de Fernando ainda se complicavam pela volta da cunhada, Manuela (Fabiola Campomanes), que logo víamos que estava disposta a atrapalhar a felicidade do casal se aproveitando da semelhança física com a irmã gêmea morta. Manuela era desequilibrada e instável, e não faltaram intrigas tramadas por ela.

O amor também enfrentava a oposição de Jorge (Gerardo Murguía),empresário manipulador interessado em Isabel, e que era sócio de Fernando. Ou Dóris (Liz Vega), uma mulher que tinha uma relação aberta com Fernando, até que engravidava. Poncho (Mike Biaggio), que também trabalhava no escritório de Fernando, gostava de Isabel e se aliava a Dóris. Dóris acaba inventando uma gravidez, e decidia comprar um bebê de uma mãe que não o desejava. Poncho a sustentava na mentira, mas os dois tinham muita química juntos e acabaram formando um par. O problema é que perdeu o sentido a trama da gravidez de Dóris dentro da novela depois disso!

AMORCITO-03Mas o casal favorito do público formou-se com Willy e Lucía. Willy, que autodenominava “Willy Boy”, foi um dos personagens mais queridos da trama. Era um personal trainer, metido a galã, e com grande habilidade para se envolver com mulheres maduras e carentes. Beatificación – a “Beba” (Mariana Karr), era uma delas. Rica e sem nada pra fazer, era aluna de Willy na academia e sua amante. Mas a relação não agradava o filho dela, Jorge.

Beba era amiga de Hortensia Trespalacios (Macaria), a gélida ex-sogra de Fernando. Com o pretexto de ajudar a amiga, ela conhece Willy – e também se envolve com o bonitão! Mas ao contrário de Beba, Hortensia não tinha humor, era uma personagem mais sombria dentro da história, sempre querendo prejudicar Fernando e em conflito também com Manuela.

O verdadeiro amor de Willy era mesmo Lucía, a noviça. E foi o casal que ganhou a preferência do público – até pela novidade. Num dos momentos mais divertidos, Lucía era obrigada a fazer voto de silêncio, e Willy não deixava de importuná-la, até que ele fingia se afogar num rio para chamar a atenção dela e fazê-la falar novamente.

AMORCITO-04Já com Zoe, a história girava em torno de como encontrar o amor sincero: pela aparência ou pelos sentimentos. Depois de flagar o marido no chuveiro com outro, ela decide se matar, mas Cecílio a impede, e os dois vivem uma noite de amor. Ela vai embora e ele nunca mais sabe o paradeiro dela. Mas Zoe conhece Felipe, e após alguns impasses (Felipe chamava Zoe de “Veneninho” devido a seu temperamento), os dois decidem ficar juntos, até que o amigo apresenta Cecílio e os dois se reconhecem. Eles decidem manter sigilo, mas ao final, tudo vem à tona. Apesar do triângulo se formar, Zoe fica com Cecílio.

O romance juvenil acontece com o apaixonado casal Marisol (Renata Notni), filha de Fernando, e Juancho (Diego Amozurrutia), primo de Willy. Os dois haviam se conhecido numas férias no litoral, e haviam perdido contato. Os dois tentam fazer o romance dar certo na cidade após alguns obstáculos para se reencontrarem, mas vão enfrentar oposição de Bárbara (Gaby Mellado), garota ambiciosa, prima de Juancho; e Mauricio (Giuseppe Gamba), um playboy mau caráter. O próprio Fernando era contra a relação por conta de mal entendidos envolvendo Juancho. A propósito, a relação de Fernando com as filhas foi um dos pontos altos da novela, transmitindo bem o clima familiar de Amorcito Corazón.

AMORCITO-05A novela ainda mostrava uma trama adulta sobre Sara (Silvia Mariscal), a mãe de Isabel, que vivia numa instituição de saúde devido a um transtorno mental. Ela havia descoberto a traição do marido Leopoldo (Alfonso Iturralde) com sua comadre Guillermina (Rosita Pelayo), que fez bem sua função de interesseira. Esse conflito determinava que Isabel não tivesse uma boa relação com o pai. Mas era uma trama de pouco interesse na novela.

O decorrer da novela ainda mostrava a chegada de Sabrina (numa participação da sempre deliciosa Carmen Becerra, figurinha comum nas novelas de Lucero Suárez). No passado, Sabrina era a garota feia desprezada por Isabel, Zoe e Lucía na época da escola. Agora bonita, finge fazer as pazes com as meninas. Disposta a se vingar, ela trama uma série de mentiras para levar para a cama (ou ao menos insinuar isso) todos os homens das suas antigas colegas!

E também a aparição de Ricky (Eduardo Shacklet, antigo Eduardo Rivera), o irmão criminoso de Willy. Ele tinha um filho que era criado por Moncho (Ricardo Margaleff), vizinho e amigo de Willy, e que acreditava ser o verdadeiro pai do menino. A reta final da novela mostrou o envolvimento de Ricky nos negócios criminosos de Jorge.

AMORCITO-06Em função da boa audiência alcançada, Amorcito Corazón foi esticada a pouco mais de 200 capítulos. Infelizmente, isso contribuiu para um esgotamento de algumas situações, principalmente para a protagonista Isabel. Já não havia o que acontecer com ela, assim que a reta final ficou pautada na relação de Willy com o irmão Ricky, e a descoberta do passado de Manuela, encoberto pela mãe Hortensia. O capítulo final foi bastante enrolado, mostrando alguma confusão antes do casamento dos casais principais. Ainda assim, a última cena mostrava um flashmob mobilizando todo o cast da novela.

O elenco reuniu nomes que embora não tão estelares, cumpriram bem sua função. A novela foi o debut e despedida de Elizabeth Álvarez como protagonista. Conhecida por sua participação em La Fea Más Bella (2006), após participar de Fuego en la Sangre (2008), ficou o desejo de testá-la como protagonista. E a atriz se saiu bem. Construiu sua personagem com carisma e simpatia, mas sua imagem mais forte ainda era como vilã.

Diego Olivera cumpriu bem a lacuna de galãs maduros que há na Televisa. Era bonito, engraçado e simpático. Não entendemos porém, porque escalaram um ator tão feio como Ricardo Fastlich para Cecílio, um dos galãs. É bom ator, mas mal escalado. Assim como Alejandro Ibarra na pele de um garanhão sedutor.

AMORCITO-07África Zavala saiu-se bem como Lucía. Simpática, divertida e competente, mostrou bem sua versatilidade. Igualmente, Grettel Valdez fez sua Zoe moderna e charmosa. A atriz quase recusou o papel, devido a que acabava de sair de Cuando Me Enamoro (2010). Mas Lucero Suárez a convenceu a aceitar o papel de Zoe.

O grande nome da novela foi Daniel Arenas, que saiu do papel de galã comum para compor um Willy engraçado, irreverente e divertido. O papel sentenciou que ele deveria se tornar protagonista na emissora.

A ala madura destacou as atuações de Macaria e Mariana Karr. A primeira, boa em compor vilãs, a segunda, faz qualquer tipo de papel, e aqui foi engraçada e ganhou o carinho do público. Fabiola Campomanes acabou conseguindo se destacar também, como a vilã Manuela. Destaque ainda para as atuações juvenis de Renata Notni e Gaby Mellado. E destaque negativo para Giuseppe Gamba, ator com sérios problemas de dicção e performance.

AMORCITO-08A abertura de Amorcito Corazón é uma das mais adoráveis dos últimos tempos. Cenários bem fakes demonstravam algumas situações da novela. Pareciam cenários teatrais, onde o elenco já mostrava algumas das histórias. Agora a canção era um pouco lenta demais para uma comédia, na interpretação de Chayanne para um clássico de Pedro Infante.

Amorcito Corazón mostrou que Lucero Suárez também era hábil com remakes, mais ainda navegando em águas que ela navega tão bem: a de novelas leves e adoráveis como essa.

Confira abaixo um vídeo exclusivo com o elenco da novela!

11 comentários sobre “[2011] Amorcito Corazón

  1. Kleber

    Não é a novela dos meus sonhos e nem me dá vontade de fazer. Mas foi bem cumpridora.

    Gosto do elenco nem tão estrelado mas competente.

    Alias, normalmente gosto das novelas da Lucero Soares, mas essas últimas não tem me atraído muito como De que te quiero te quiero e essa Amorcito.

    Gosto da fase Amar outra vez, Querida enemiga e Las dos caras de Ana!

  2. Thiago Fernandes Autor da Postagem

    Amorcito Corazón tem isso de já não ser original como os trabalhos anteriores e nesse sentido é realmente uma pena!

  3. Lucas

    Também não é uma das minhas novelas favoritas, mas é bom saber que teve seus destaques e cumpriu bem seu papel. Acho comédias assim bem mais interessantes que as famílias com sorte da vida.

  4. Felipe Rodriguez

    “Amorcito Corazón” me desperta muitas curiosidades, por ser uma novela leve e divertida, daquelas que entretém e divertem o público, gostaria que o SBT a comprasse e exibisse.

  5. Diogo

    é uma novela LEVE…se fosse pra definir numa única palavra…será q só eu não entendo como África Zavala recebe tantas oportunidades?????

  6. Eliam morais

    Gostaria de assistir amorcito corazón…todos os capítulos pós sor consegui ate o 17,estar faltando os outros capítulos,a também gostaria de ver la no sbt.

  7. Thiago Fernandes Autor da Postagem

    Eu gostei bastante dessa novela, super simpática e gostosa de ver! Mas talvez o SBT nunca exiba pela falta de atores mais conhecidos aqui! Bom, agora tem o Daniel Arenas…mas….

  8. ANA PAULA

    GOSTARIA DE SABER SE CONSIGO VER NA INTERNET ELA COMPLETA,ESTAVA VENDO NO DALLYMOTION E DEPOIS DO CAP 42 PARTE 3 NÃO TEM.ALGUEM ME AJUDA POR FAVOR!!!

  9. Thiago Fernandes Autor da Postagem

    Não sei responder Ana Paula sobre links disponíveis da novela completa! Se alguém souber, por favor, ajude!

  10. Vanessa

    Eu já li todas as resenhas desse blog, é a primeira vez que comento por aqui. Então vamos lá: Depois de assistir Corazon Indomable e ter gostado da atuação dos protagonistas e antagonistas, encontrei por aí Amorcito Corazon! ñ terminei de assistir ainda, até pq eu detesto novelas mexicanas de comédia, mas por incrivel que pareça estou adorando essa, diferente de Las tontas ñ van ao cielo, Por ella Soy Eva e La fea más Bella, essa novela é simples com um humor leve e descontraído com um ambiente familiar, dá gosto de assistir, a atuação foi bem natural por parte dos atores, foi interessante comprovar a versatilidade da Elizabeth e o Daniel fazendo uma galã bem diferente dos clássicos. E apesar de tudo, eu continuo achando que tem fã que assiste novelas pelo artista e ñ pelo enredo. O que acho errado.

  11. Thiago Fernandes Autor da Postagem

    Vanessa que bom que você lê todas as colunas desse blog, espero que você continue participando. A diferença de Amorcito Corazón pra Lea Fea Más Bella, por exemplo, é que a comédia não é uma OBRIGAÇÃO… ou seja, quando há graça, é mais natural, não há aquela forçada de barra que as novelas de comédia em geral buscam, fazendo piadas que facilmente faz a novela cair no tom infantilóide e retardado. Por isso, é uma comédia leve… as novelas da Lucero Suárez em geral são assim: Amorcito Corazón, Zacatillo e agora La Vecina…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *